BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE OLIVEIRA DE FRADES
Bem vindo ao forum dos Bombeiros
Voluntários  de Oliveira de Frades


Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
Admin
Admin
Mensagens : 1340
Data de inscrição : 31/01/2012
http://bvofrades.foruns.com.pt

Carro de corridas pega fogo em prova de Guimarães

em Dom Out 26 2014, 18:33
Carro de corridas pega fogo em prova de Guimarães
Falha nos meios de combate às chamas no local levaram a que um carro fosse consumido pelo fogo.

Na corrida da Rampa da Penha, a última etapa do Campeonato Nacional de Montanha, o BRC 05 conduzido por Joaquim Rino incendiou-se numa curva, este sábado. Um dos assistentes de prova foi mobilizado e em 30 segundos estava no local do acidente junto do piloto, Joaquim Rino, de 38 anos.

No vídeo do acidente (publicado nas redes sociais) é possível ver um primeiro assistente a chegar junto do piloto, que saiu pelo próprio pé do veículo, e traz consigo um extintor, apesar de não o conseguir pôr a funcionar. Da zona reservada ao público surge um segundo homem, que tenta utilizar o mesmo extintor, mas sem sucesso. Também um fotógrafo tentou, com os mesmos resultados. A determinada altura vão buscar um segundo extintor que, tal como o primeiro, não funciona, e é alvo de várias pancadas contra o chão. 




Joaquim Rino falou ao Correio da Manhã e mostrou-se revoltado com a assistência dada ao acidente. "Nós, pilotos, temos de ser revistados em todas as provas e ter tudo regulamentado e a organização não é capaz de ter um único extintor a funcionar?"

O acidente terá sido provocado por uma "situação normal", conta Rino, "depois de partir a biela do motor do carro, começou a verter óleo para cima do escape". O piloto culpa a organização pela forma como tudo aconteceu depois. "Quando tirámos a peça traseira do carro vimos que havia um pequeno incêndio, mas era uma 'chamazinha' que não constituía nenhuma ameaça, porque qualquer extintor punha fim a isso. Mas nenhum dos quatro extintores funcionava e até havia um deles que tinha a indicação de estar a zeros".

CM também ouviu Américo Costa, um elemento da DEMOPORTO - Clube de Desportos Motorizados do Porto, os responsáveis pela prova, que nega ter havido falha nos meios de combate ao incêndio. Ainda assim, este elemento da organização adianta que estão a apurar o que aconteceu.

"Quero apurar responsabilidades", disse o piloto, a quem a DEMOPORTO terá dito para enviar uma carta a expor o caso, assim como à Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

Como se pode ver no vídeo, depois de quatro minutos em que as chamas dominaram o carro por completo, os Bombeiros de Guimarães chegaram ao local e conseguiram extinguir o fogo. Segundo fonte da corporação, a falha que levou ao alastramento do fogo deveu-se a uma "cavilha encravada no extintor". No relatório do acidente é referido que quando os operacionais chegaram ao local, os "componentes do carro, altamente inflamáveis", e o "óleo libertado e a gasolina" propagaram as chamas.

Na mesma prova, Paulo Silva, ao volante de um Seat Léon, despistou-se e foi transportado para o hospital, com ferimentos ligeiros. Estes dois acidentes provocaram a interrupção da corrida, que teve como vencedor o piloto Rui Ramalho.
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum